Salmo:119.165;

Salmo:119.165; Grande paz têm os que amam a lei de Deus; para eles não há tropeço.

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

14 – CAPÍTULO IX – LIVRE ARBÍTRIO


Confissão de fé de westminster  Por: Helio clemente  14 – CAPÍTULO IX – LIVRE ARBÍTRIO   Introdução: Este capítulo trata da vontade do homem em seus quatro estágios na história da humanidade: o estado da inocência, o homem caído, o homem justificado e o homem na glória. A vontade do homem é livre conforme suas tendências naturais, assim sendo, ela é determinada inevitavelmente por causas secundárias e contingentes, como por exemplo: família, cultura, economia, meio ambiente, idade, condições históricas e geográficas, perigo iminente, necessidade de sobrevivência e outras. Esta liberdade de escolha, apesar de atrelada às causas secundárias e contingentes, torna o homem responsável pelos seus atos ao mesmo tempo em que esta vontade do homem é controlada por Deus, através da determinação destas causas e condições, em cada instante de sua vida. Isaías 63,17: “Ó Senhor, por que nos fazes desviar dos teus caminhos? Por que endureces o nosso coração, para que te não temamos? Volta, por amor dos teus servos e das tribos da tua herança”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário